Rua Sebastião Pedro Franceschini, 65 - Campinas-SP 19 3281-1085 19 3281-1618 19 3281-3528

ETE

PROJETOS PARA "TURN KEY" PARA INSTALAÇÕES DE ETE

Projetos completos de tratamento de efluentes e reciclagem de água para uso industrial. Tratamento de efluente industrial e sanitário com condicionamento primário físico-químico, tratamento biológico por lodos ativados e polimento final por flotação por ar dissolvido, seguido de desinfecção por Ultra Violeta. Tratamento biológico de efluente sanitário, com polimento final por sistema de Flotação por Ar Dissolvido seguido de desinfecção por cloração e reutilização como água indusrial.




ETE

PENEIRA ESTÁTICA

Equipamento com estrutura e caixa de transbordamento em aço carbono ou PRFV e tela em aço inox, que tem a função de reter os sólidos com dimensões acima de 0,3mm eventualmente presentes no efluente bruto, antes de seguir para o tanque de equalização.

ETE

TANQUE DE EQUALIZAÇÃO/ACUMULAÇÃO

Responsável pela acumulação e homogeneização dos efluentes, cuja função é absorver as variações nas características físico-químicas do efluente antes da coagulação/floculação, resultando em maior eficiência e menor custo operacional do sistema de flotação.

ETE

MISTURADOR SUBMERSO

Equipamento utilizado para garantir a mistura completa do líquido contido no tanque de equalização.

ETE

TRATAMENTO PRIMÁRIO – FAD

Os Flotadores por Ar Dissolvido possuem um processo físico utilizado para separar partículas sólidas e/ou líquidas presentes numa fase líquida.

O mecanismo deste processo baseia-se no contato e aderência das microbolhas de ar com as partículas diminuindo sua densidade e promovendo seu arraste para a superfície líquida.

ETE

TRATAMENTO SECUNDARIO - REATOR BIOLÓGICO POR LODOS ATIVADOS

Unidade de oxidação biológica da matéria orgânica, equipado com sistema de aeração e que opera em regime de mistura completa com fluxo contínuo.

O tratamento biológico de efluentes tem como objetivo a remoção da matéria orgânica, especialmente da sua parcela biodegradável, presente nos efluentes líquidos sanitários e industriais, reduzindo os riscos de poluição ambiental e a contaminação de rios e lagos. O processo por lodos ativados garante níveis elevados de eficiência na remoção da matéria orgânica.

ETE

SISTEMA DE AERAÇÃO POR AR DIFUSO

Os sistemas de aeração por ar difuso são empregados nos mais diversos processos de tratamento de efluentes e resíduos industriais, sejam eles biológicos, químicos ou físicos.

Sua função é fornecer oxigênio de forma homogênea e continua à biomassa em processos de nitrificação biológica, remoção biológica de nutrientes e processos de oxidação de carga orgânica dos mais variados tipos, em processos de mistura, equalização e digestão aeróbia, podem ser fixos ou removíveis, tipo bolha fina ou bolha grossa de acordo com a aplicação.

ETE

AERADORES SUBMERSOS

Misturador Oxigenador Submerso.

Equipamento do tipo submersível responsável pela agitação mecânica do líquor, e pela aspiração e dissolução de ar atmosférico na massa líquida, aplicado onde exige-se oxigenação e homogeneização do efluente, oferecendo altas taxas de transferência de oxigênio.

ETE

MÍDIAS MBBR

A NanoMídia MBBR foi projetada para tratamento de efluentes e ampliação da capacidade de degradação de carga orgânica em estações de tratamento já existentes (retrofitting ou upgrade), também podendo ser utilizadas em novos projetos de ETE's com tecnologia MBBR ou IFAS atendendo na remoção de carga orgânica como também remoção biológica de nitrogênio nos processos de nitrificação e denitrificação.

Seu baixo custo, alta resistência, desempenho e entrega em prazos viáveis devido a alta capacidade produtiva tornam ela a solução definitiva em biomídia MBBR.

ETE

TRATAMENTO TERCIÁRIO – POLIMENTO

Os Flotadores por Ar Dissolvido possuem um processo físico utilizado para separar partículas sólidas e/ou líquidas presentes numa fase líquida.

O mecanismo deste processo baseia-se no contato e aderência das microbolhas de ar com as partículas diminuindo sua densidade e promovendo seu arraste para a superfície líquida.

ETE

FILTRO DE AREIA

É responsável pela remoção de sólidos finos em suspensão, presentes no líquido clarificado, eventualmente não retidos pelo sistema de tratamento de efluentes.

ETE

OSMOSE REVERSA

A osmose reversa é um fenômeno natural que ocorre quando duas soluções, de concentrações diferentes (exemplo: água pura e água salobra) são separadas por uma membrana semi-permeável, ou seja: permeável para solventes e impermeável para solutos. Haverá, naturalmente, o fluxo de água pura para a água contaminada, até que o equilíbrio osmótico seja atingido.

A osmose reversa nada mais é do que a inversão desse sentido de fluxo, mediante aplicação de uma pressão maior do que a pressão osmótica natural. Neste caso, a membrana permitirá apenas a passagem de solvente (água pura), retendo os solutos (sais dissolvidos e contaminantes). A água obtida pelo processo de Osmose Reversa resulta em uma água ultrapura por um processo de comprovada confiabilidade.

ETE

ULTRAFILTRAÇÃO

A ultrafiltração se apresenta como a barreira mais eficiente para sólidos em suspensão, bactérias, vírus, endotoxinas e outros patógenos para a produção de água de alta pureza e baixo SDI.

É utilizada como pré-tratamento de água superficial, água do mar e efluentes biológicamente tratados, anteriores aos sistemas de desmineralização por membranas tais como osmose reversa e nanofiltração.

ETE

ULTRAVIOLETA

A desinfecção da água por radiação ultravioleta, é um procedimento físico que não altera nem a composição química, nem o sabor nem o cheiro da água. A segurança da desinfecção por ultravioleta constitui uma alternativa segura, eficaz, econômica e ecológica diante de outros métodos de desinfecção da água, como a cloração por exemplo.

A radiação dos germes presentes na água com raios ultravioletas provoca uma série de danos em sua molécula de DNA, que impedem a divisão celular ou reprodução.

ETE

FILTRO PRENSA E DECANTER CENTRÍFUGO

Filtro Prensa é um equipamento para separação dos sólidos presentes em uma fase líquida,. através da passagem forçada de soluções com resíduos, por elementos filtrantes permeáveis, tanto a fase líquida como os sólidos separados e descartados do equipamento são encaminhados para destinação final adequada.

ETE

DECANTER CENTRÍFUGO

decanter, é um extrator centrífugo contínuo para separação dos sólidos presentes em uma fase líquida. Os sólidos são acelerados em um tambor rotativo de formato cônico, concentrando-se na periferia do mesmo.

O lodo concentrado é removido por uma rosca sem-fim, que efetua a raspagem da parede do tambor, transportando o lodo para o bocal de descarga do equipamento.

O líquido com baixa concentração de sólidos é descartado separadamente e assim como o lodo desaguado segue para destinação final adequada.


Solicite um Orçamento

Whatsapp Consultec PA Whatsapp Consultec PA